14 de agosto de 2017

A BESTA-FERA-ANHANGÁ


Mais recente cordel de Eduardo Macedo, um poema que trata da situação política do Brasil contemporâneo​ por meio de alegorias. Será lançado na II Feira do Cordel Brasileiro, que ocorrerá na Caixa Cultural entre os dias 17 e 20 de agosto.

A BESTA-FERA-ANHANGÁ

Eu vou contar uma história
Que aconteceu no Brasil,
Onde uma matança inglória
Houve sem lança ou fuzil:
Artes duma besta-fera
Que habitava uma cratera
N'alma da gente mais vil.

Deu-se no século XXI,
No seu segundo decênio,
Quando o país melhorava
Depois de meio milênio
Submerso na iniquidade,
Sem ter possibilidade
De alcançar o oxigênio.
...

No globo o que se falava
Era que o Brasil agora
Tinha voz e vez conforme
Outros gigantes de fora.
Nos tornamos respeitados;
Deixamos de ser coitados
Conforme fomos outrora.

Mas aí veio o pior:
Enquanto levava o povo
Sua vida, não notava
Que alguém incubava um ovo
Cujo embrião peçonhento
Só aguardava o momento
De sujeitá-lo de novo.

Uma raça de energúmenos,
Movida por truculência,
Que infesta as terras brasis
Com inépcia e virulência
Desde a época colonial,
Achou que seu cabedal
Passava por ingerência.

Eram seres infelizes,
Que não se consideravam
Autênticos brasileiros
E por demais desprezavam
Sua raça mestiçada,
Sua estirpe acaboclada
Que os séculos lhes legaram.

Ao passo que, muito menos,
Eram quem queriam ser:
Os verdadeiros senhores
Da cangalha do poder.
Eram por estes usados
Para manter seus reinados,
Seus impérios, a saber.
...

Nisto deu-se um grande golpe
No peito dos brasileiros.
De início muitos não viram
Descerem de seus poleiros
Para se apossar de tudo
O abutre carrancudo
Com os demais carniceiros.

Mas enquanto estes bicavam
Cada qual o seu bocado,
Gestava-se um anhangá
Com trinta peitos dum lado,
Filho do cio da cadela,
Num ovo posto por ela
Por mil fascistas galado.

Besta fera polifágica
De apetite insaciável.
Devoradora de tudo:
Da carniça impalatável
Ao filé da carne humana.
Uma assombração profana
Das profundas do insondável.

As garras da besta-fera,
Eram grandes à direita,
Bem como a musculatura
Que à destra era melhor feita.
Tudo um lado era maior,
Confessando, ao derredor,
Os sinais da sua seita.
...

11 de agosto de 2017

II FEIRA DO CORDEL BRASILEIRO - PROGRAMAÇÃO



Programação da II Feira do Cordel Brasileiro

17 de agosto (Quinta-feira)
Teatro
14h – Abertura Oficial da II Feira do Cordel Brasileiro – Recital dos Mestres
14h40min – “Bagunça dos Brinquedos” – Apresentação teatral com texto adaptado do cordel de Mariane Bigio e participação especial das crianças da cidade de Pio IX/PI

Palco Cego Aderaldo
15h – Forró de raiz: Cecília do Acordeom (Redenção/CE)
15h30min – Rafael Brito e a Rabecaria (Fortaleza/CE)
16h – Raul Poeta (Juazeiro do Norte/CE)
16h30min – Olegário Alfredo e Ricardo Evangelista (Belo Horizonte/MG)
17h – Tempo de Brincar (Sorocaba/SP)
18h – Geraldo Amâncio e Guilherme Nobre (Fortaleza/CE)
19h – Mestre Valdeck de Garanhuns (Guararema/SP)

18 de agosto (Sexta-feira)
Teatro
14h – Palestra “Receitando Cordel”
Palestrantes: Paola Torres (Fortaleza/CE), Sávio Pinheiro (Várzea Alegre/CE) e Breno de Holanda (Fortaleza/CE)
Mediador: Assis Almeida (Fortaleza/CE)

Sala de Ensaio
14h – Oficina de Xilogravura - Facilitador: Sergio Magalhães (Itapajé/CE) – para o público a partir de 14 anos
14h – Oficina de Xilogravura - Facilitador: João Pedro do Juazeiro (Fortaleza/CE) - para o público a partir de 14 anos

Palco Cego Aderaldo
16h – Recital: Evaristo Geraldo da Silva (Alto Santo/CE), Lucarocas (Fortaleza/CE) e Arievaldo Viana (Caucaia/CE)
16h40 – Lançamentos da Cordelaria Flor da Serra com os poetas Arievaldo Vianna, Evaristo Geraldo da Silva, Auri Lopes, Marco Haurélio, Paiva Neves e Orlando Paiva.
17h – Declamação: Dideus Sales (Aracati/CE)
17h30min – Embolada: Marreco e convidado (Fortaleza/CE)
18h15min –“A grande peleja de Benedito com Guilherme Nobre” – Mestre Valdeck de Garanhuns (Guararema/SP)
19h15min – Mestre Chico Pedrosa (Olinda/PE)

19 de agosto (Sábado)
Teatro
14h – Palestra “A Literatura de Cordel no panorama brasileiro”
Palestrantes: Jorge Melo (São Paulo/SP), Marco Haurélio (São Paulo/SP), Oswald Barroso (Fortaleza/CE)
Mediação: Eduardo Macedo (Fortaleza/CE)

Sala de Ensaio:
14h – Oficina de Cordel - Facilitador: Rouxinol do Rinaré (Fortaleza/CE) - para o público a partir de 12 anos

Palco Cego Aderaldo:
15h – Recital: Antônio Francisco (Mossoró/RN)
16h – Tempo de Brincar (Sorocaba/SP)
17h – Declamação – Tiago Monteiro (Pocinhos/PB)
17h30min – Francine Maria (Ibiapina/CE)
18h – Show: Canto Cordel - Tião Simpatia (Fortaleza/CE)
18h50min – Eugênio Leandro (Limoeiro do Norte/CE)
19h10min – Mestre Bule-Bule (Camaçari/BA)

20 de agosto (Domingo)
Teatro
14h – Palestra “Cego Aderaldo, o trovador do Nordeste”
Exibição do Filme Cego Aderaldo – o Cantador e o Mito – Classificação: Livre
Palestrantes: Rosemberg Cariry (Fortaleza/CE), João Eudes Costa (Quixadá/CE) e Arievaldo Viana (Caucaia/CE)
Mediação: Poeta Orlando Queiroz (Quixadá/CE)

Palco Cego Aderaldo
16h – Chico Pedrosa (Olinda-PE) e Antônio Francisco (Mossoró/RN)
16h30min – Forró pé-de-serra: Kutuka a Burra (Fortaleza/CE)
17h – Canções de Viola: Antônio Jocélio (Fortaleza/CE)
17h30min – Marco Lucena (RJ) e Cacimba de Aluá (Fortaleza/CE)
18h30min – Show de Encerramento: Mestre Bule-Bule (Camaçari/BA)

EXPOSITORES:
1. ABLC (Rio de Janeiro/RJ)
2. AESTROFE (Fortaleza/CE)
3. Arievaldo Viana (Caucaia/CE)
4. CECORDEL (Fortaleza/CE)
5. Chico Pedrosa (Olinda/PE)
6. Cordelaria Flor da Serra (Fortaleza/CE)
7. Edições Patabego (Tauá/CE)
8. Editora Coqueiro (Olinda/PE)
9. Eduardo Macedo (Fortaleza/CE)
10. Evaristo Geraldo da Silva (Alto Santo/CE)
11. Francisco Melchiades (Fortaleza/CE)
12. Francorli (Juazeiro do Norte/CE)
13. Geraldo Amâncio (Fortaleza/CE)
14. Guilherme Nobre (Fortaleza/CE)
15. João Pedro do Juazeiro (Fortaleza/CE)
16. José Lourenço (Juazeiro do Norte/CE)
17. Jotabê (Fortaleza/CE)
18. Lucarocas (Fortaleza/CE)
19. Nonato Araújo (Fortaleza/CE)
20. Olegário Alfredo (Belo Horizonte/MG)
21. Regina Drozina (Guararema/SP)
22. Ricardo Evangelista (Belo Horizonte/MG)
23. Rouxinol do Rinaré (Fortaleza/CE)
24. Valdeck de Garanhuns (Guararema/SP)
25. Valentina Monteiro (Campina Grande/PB)
26. Tupynanquim Editora (Fortaleza/CE)

Serviço:
II FEIRA DO CORDEL BRASILEIRO
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: De 17 a 20 de agosto de 2017
Horários: Quinta a sábado: 14 às 20h | Domingo: 14 às 19h
Classificação indicativa: Livre
GRATUITO

2 de janeiro de 2017

CANTO VAQUEIRO



CANTO VAQUEIRO
Eduardo Macedo

Sertanejo forjado em aço
Desbravador da virgem caatinga
Seu destino é lida de gado
Cavalgador de escassos descampados
Guardião de vastos campos áridos

Sua armadura é couro espichado
O pau-de-ferro, a espada mourisca
Brame contra bois desgarrados
Encastelados em carrascais fechados
Ante muralhas de lajedos cortados

Autor e intérprete - Eduardo Macedo
Xilogravuras e fotos - Eduardo Macedo
Gravação de demonstração
2016 - todos os direitos reservados